Com aumento de casos de Covid-19, Prefeitura de Januária enfrenta dificuldades para aquisição de oxigênio e desativa leitos de UTI

0

Com o aumento dos casos de Covid-19, a Prefeitura de Januária enfrenta dificuldades para aquisição de oxigênio e precisou desativar quatro leitos de UTI do Hospital Municipal. A informação foi confirmada pela secretária de Saúde na manhã desta quinta-feira (11).

“O hospital tinha 10 leitos credenciados com respiradores para atender pacientes Covid. No entanto, com o crescimento da demanda nosso fornecedor não está tendo condições de disponibilizar mais oxigênio, e não conseguimos manter os outros quatro leitos”.

A secretária de Saúde informou que o município tentou adquirir oxigênio em outras empresas da região e na Bahia, mas todas alegaram indisponibilidade para novos contratos. O hospital acionou o Plano de Contingência e a situação foi repassada o estado.

“Enviamos um ofício para a Central de Regulação de Leitos oficializando a situação da contingência, e também enviamos um ofício para a Gerência Regional de Saúde solicitando a manutenção dos seis leitos e disponibilizamos os outros quatro para a região”.

Ainda de acordo com a secretária de Saúde, os seis leitos de UTI que permanecem ativos estão ocupados nesta quinta, mas não há risco de faltar oxigênio.

“Não está tendo falta de oxigênio nesses seis leitos e não houve desassistência, a quantidade contratada consegue manter o funcionamento. É a primeira fez que fazemos uso de todos os leitos, por isso, também é a primeira vez que necessitamos de um aporte maior de oxigênio. Nunca houve mais de 10% de ocupação de leitos de UTI”.
No Hospital Municipal, há nove leitos clínicos Covid e três pessoas estão internadas.

Casos da doença
Januária tem 875 casos confirmados de coronavírus e 20 óbitos. Segundo o último boletim epidemiológico, 31 pessoas testaram positivo nessa quarta-feira (10). A secretária de Saúde, Patrícia Ferreira Costa, ressalta que o município vive o momento mais preocupante.

“É o cenário mais grave da doença desde o início da pandemia, tanto pelo número de notificações e também pelos casos graves. Nas duas últimas semanas teve praticamente o dobro de casos da média diária.

Por conta do aumento dos casos, o município criou, no dia 26 de fevereiro, um Comitê de Prevenção e Enfrentamento da Covid-19. Também passou a oferecer plantões médicos aos sábados e domingos nos postos de saúde de 7h às 19h, e foi ativado o serviço de telemedicina, com suporte médico e de enfermagem, que monitora os casos diariamente. A população pode entrar em contato de 8h às 18h (segunda a sexta) pelos telefones (38) 9-8423-7395 9-9270- 1308.

Januária faz parte dos 86 municípios da região incluídos na “onda roxa” do Programa Minas Consciente, que prevê medidas mais restritivas para conter o avanço do coronavírus.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui